Chat now with support
Chat with Support

KACE Systems Management Appliance 7.1 - Guia de administração

Sobre a Solução de gerenciamento de sistemas KACE (K1000) Introdução
Configuração do equipamento
Requisitos e especificações Ligar a solução e fazer login no Console do administrador Acesso ao Console da linha de comando Acompanhamento das alterações de configuração Definição de configurações gerais dos níveis de sistema e de administrador Definição de configurações de data e hora da solução Verificação das configurações da porta, serviço NTP e acesso ao site Definição de configurações de rede e segurança Definição de configurações do agente Configuração do tempo limite da sessão e das definições de atualização automática. Definição das configurações de localidade Configuração de preferências de compartilhamento de dados Sobre requisitos de conformidade com o DIACAP Configuração do acesso a dispositivos móveis Ativação da troca rápida para organizações e soluções vinculadas Vinculação das soluções Quest KACE Definição de configurações do histórico
Configuração e uso de rótulos para gerenciar grupos de itens
Sobre rótulos Acompanhamento de alterações nas configurações de rótulos Gerenciamento de rótulos manuais Gerenciamento de rótulos inteligentes Gerenciamento de grupos de rótulos Gerenciamento de rótulos LDAP
Configuração de contas de usuário, autenticação do protocolo LDAP e SSO
Sobre contas de usuários e autenticação do usuário Sobre configurações de localidade Gerenciamento de contas do usuário no nível do sistema Gerenciamento de contas do usuário da organização Visualizar ou editar perfis de usuário Uso de um servidor do protocolo LDAP para autenticação do usuário Importação de usuários de um servidor do protocolo LDAP Sobre o login único (SSO) Ativação e desativação do login único Utilização do Active Directory para login único Utilização do Quest Identity Broker para a conexão única
Utilização de compartilhamentos de replicações Gerenciamento de credenciais Configuração de ativos
Sobre o componente Gerenciamento de ativos Sobre o gerenciamento de ativos Adição e personalização de Tipos de ativo e manutenção de informações de ativos Gerenciamento de ativos de software Gerenciamento de ativos físicos e lógicos Manutenção e uso das informações de ativos manuais Gerenciamento de locais
Configuração de Conformidade com licenças Gerenciamento de Conformidade com licenças Configuração do Service desk Criação e gerenciamento de organizações Importação e exportação de recursos da solução
Gerenciamento de inventário
Uso da descoberta de dispositivo Gerenciando o inventário de dispositivo
Sobre o gerenciamento de dispositivos Recursos disponíveis para cada método de gerenciamento de dispositivo Sobre as informações de inventário Rastreamento de alterações nas configurações do inventário Gerenciamento de informações de inventário Localização e gerenciamento de dispositivos Provisionamento do Agente do K1000 Implantação manual do Agente do K1000
Obtenção de arquivos de instalação do agente Implantação manual do Agente do K1000 em dispositivos Windows Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Linux Realização de operações do Agente em dispositivos Linux Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Mac Realização de outras operações do agente em dispositivos Mac Exibição de informações coletadas pelo agente
Uso de gerenciamento sem Agente Adição manual de dispositivos no Console do administrador ou usando a API Forçar de atualizações do inventário Gerenciamento de dispositivos MIA Obtenção de informações de garantia da Dell
Gerenciamento de aplicativos na página Software Gerenciamento do inventário do catálogo de software
Sobre o catálogo de software Exibição de informações do Catálogo de software Adição de aplicativos ao Catálogo de software Gerenciamento dos Ativos de licença referentes aos aplicativos do Catálogo de software Uso da medição de software Uso do controle de aplicativos Atualização ou reinstalação do catálogo de software
Gerenciamento de processos, programas de inicialização e inventário de serviços Elaboração de regras de inventário personalizado
Implantação de pacotes em dispositivos gerenciados
Distribuição de software e uso do Wake-on-LAN Transmissão de alertas para dispositivos gerenciados Execução de scripts em dispositivos gerenciados
Sobre scripts Acompanhamento de alterações nas configurações de scripting Sobre scripts padrão Criação e edição de scripts Uso dos comandos Executar e Executar agora Sobre modelos da política de configuração Uso das políticas de configuração de Windows Uso das políticas de configuração do Mac OS X Edição de políticas e scripts Pesquisa de registros de script Exportação de scripts
Gerenciamento de perfis Mac
Patch de dispositivos e manutenção de segurança
Sobre o gerenciamento de patches Inscrição e download de patches Criação e gerenciamento de cronogramas de patches Gerenciamento do inventário de patches Gerenciamento de dispositivos Dell e atualizações Manutenção da segurança do dispositivo e da solução
Teste da segurança de dispositivo
Sobre as verificações de segurança da OVAL Noções básicas sobre testes e definições da OVAL Sobre SCAP Sobre os parâmetros de comparação Como funciona uma verificação SCAP Edição de cronogramas de verificação de SCAP Sobre modelos da política de segurança Usar modelos de política de segurança baseados no Windows Usar modelos de política de segurança do Mac Resolver problemas de segurança do Windows que evitam provisionamento do Agente
Manutenção da segurança da solução
Uso de relatórios e cronogramas de notificações Monitoramento de servidores
Introdução ao monitoramento de servidor Trabalho com perfis de monitoramento Gerenciamento de monitoramento para dispositivos Trabalho com alertas
Uso do Service desk
Configuração do Service desk
Requisitos do sistema Sobre o Service desk Visão geral das tarefas de configuração Configuração de horário comercial e feriados do Service desk Configuração de Acordos de nível de serviço Configuração de filas de tíquetes do Service desk Configurações de tíquete Personalização da página inicial do Console do usuário Uso da pesquisa de satisfação Habilitação ou desabilitação da segurança para anexos do Service desk
Gerenciamento de tíquetes, processos e relatórios do Service Desk
Visão geral do ciclo de vida do tíquete do Service desk Criação de tíquetes no Console do administrador e no Console do usuário Criação e gerenciamento de tíquetes por e-mail Visualização de tíquetes e gerenciamento de comentários, trabalho e anexos Uso do processo de escalonamento de tíquete Uso de processos do Service desk Uso das Regras de tíquete Execução de relatórios do Service Desk Arquivamento, restauração e exclusão de tíquetes Gerenciamento da exclusão de tíquetes
Gerenciamento de filas de tíquetes do Service Desk Sobre artigos de Downloads do usuário e Base de conhecimento Personalização de configurações de tíquetes do Service Desk Configuração dos servidores SMTP para e-mail
Manutenção e solução de problemas
Manutenção da solução Solução de problemas do K1000
Apêndices Glossário Sobre nós Avisos legais

Adição de etapas a seções de tarefa de scripts

Adição de etapas a seções de tarefa de scripts

É possível adicionar etapas aos scripts no componente Scripts.

As tabelas a seguir detalham as etapas que podem ser adicionadas às seções de tarefa dos scripts. As seções de tarefa estão disponíveis na página Detalhe do script ao adicionar uma tarefa. Consulte Criação e edição de scripts.

Os cabeçalhos de coluna V, OS, R, ORS e ORF indicam se uma determinada etapa está disponível nas seções de tarefa correspondentes: Verificar, Em êxito, Correção, Em sucesso da correção e Em falha da correção.

Etapas para dispositivos Windows

Adição das etapas a scripts usados em dispositivos Windows

Etapa

Descrição

V

SO

R

ORS

ORF

Falhar sempre

X

X

Chamar uma função DLL personalizada

Chame a função "%{procName}" "do "%{path}\%{file}".

X

X

X

Criar um objeto DLL personalizado

Criar objeto "%{className}" "do "%{path}\%{file}".

X

X

X

Criar uma janela de mensagem

Crie uma janela de mensagem com o nome "%{name}" com o título "%{title}", mensagem "%{message}" e tempo limite "%{timeout}" segundos.

X

X

X

X

X

Excluir uma chave de Registro

Exclua "%{key}" do registro. Consulte Especificar os caminhos de registro do Windows.

X

X

Excluir um valor de Registro

Exclua "%{key}!%{name}" do registro. Consulte Especificar os caminhos de registro do Windows.

X

X

Eliminar uma janela de mensagem

Destrua a janela de mensagem com o nome "%{name}".

X

X

X

X

X

Instalar um pacote de aplicativo

Instale "%{name}" com argumentos "%{install_cmd}".

X

X

Eliminar um processo

Anule o processo "%{name}".

X

X

X

X

X

Iniciar um programa

Inicie o "%{path}\%{program}" com parâmetros "% {parms}".

X

X

X

X

X

Registrar um valor de Registro

Registre "%{key}!%{name}".

X

Registrar informações de arquivo

Registro “%{attrib}” de “%{path}\%{file}”.

X

X

X

Registrar mensagem

Registre "%{message}" como "%{type}".

X

Reiniciar um serviço

Reiniciar serviço “%{name}”

X

Executar um arquivo em lotes

Execute o arquivo em lotes "%{_fake_name}" com parâmetros"%{parms}".

X

X

X

Definir uma chave de Registro

Defina "%{key}".

X

X

Definir um valor de Registro

Defina "%{key}!%{name}" como "%{newValue}".

X

X

Iniciar um serviço

Reinicie o serviço "%{name}".

X

Parar um serviço

Parar serviço “%{name}”

X

Descompactar um arquivo

Descompacte "%{path}\%{file}" para "%{target}".

X

X

X

X

Atualizar texto de janela de mensagem

Defina o texto na janela de mensagem com o nome "%{name}" para "%{text}".

X

X

X

X

Atualizar política e cronograma de trabalho

Atualize política e cronograma de trabalho do equipamento K1000.

X

Carregar um arquivo

Carregue "%{path}\%{file}" para o servidor.

X

X

Verificar se existe um diretório

Verifique se o diretório "%{path}" existe.

X

Verificar se existe um arquivo

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" existe.

X

Verificar se uma versão de arquivo é exatamente

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" tem a versão"%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de arquivo é superior a

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo superior a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de arquivo é superior ou igual a

Verifique se o arquivo %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo maior ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de arquivo é inferior a

Verifique se o arquivo %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo inferior a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de arquivo é inferior ou igual a

Verifique se o arquivo %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo inferior a ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de arquivo não é

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" não tem versão "% {expectedValue}".

X

Verificar se um arquivo foi modificado desde

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" foi modificado desde "%{expectedValue}".

X

Verificar se um processo não está em execução

Verifique se o processo "%{name}" não está em execução.

X

Verificar se um processo está em execução

Verifique se o processo "%{name}" está em execução.

X

Verificar se uma versão de produto é exatamente

Verifique se o produto "%{path}\%{file}" tem a versão "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de produto é superior a

Verifique se o produto %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo superior a"%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão do produto é superior ou igual a

Verifique se o produto %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo maior ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de produto é inferior a

Verifique se o produto %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo inferior a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão de produto é inferior ou igual a

Verifique se o produto %{path}\%{file}" tem uma versão de arquivo menor a ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se uma versão do produto não é

Verifique se o produto "%{path}\%{file}" não tem versão "% {expectedValue}".

X

Verificar se uma chave de Registro não existe

Verifique se "%{key}" não existe.

X

Verificar se existe uma chave de Registro

Verifique se "%{key}" existe.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro é exatamente

Verifique se "%{key}" tem exatamente "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro é superior a

Verifique se "%{key}" tem mais do que "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro é superior ou igual a

Verifique se "%{key}" tem mais ou igual a "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro é inferior a

Verifique se "%{key}" tem menos de "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro é inferior ou igual a

Verifique se "%{key}" tem menos ou igual a "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de subchave de registro não é

Verifique se "%{key}" não tem exatamente "%{expectedValue}" subchaves.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro é exatamente

Verifique se "%{key}" tem exatamente "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro é superior a

Verifique se "%{key}" tem mais do que "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro é superior ou igual a

Verifique se "%{key}" tem mais ou igual a "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro é inferior a

Verifique se "%{key}" tem menos de "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro é inferior ou igual a

Verifique se "%{key}" tem menos ou igual a "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se a contagem de valor de chave de registro não é

Verifique se "%{key}" não tem exatamente "%{expectedValue}" valores.

X

Verificar se um padrão de registro não corresponde

Verifique se "%{key}!%{name}=%{expectedValue}" não coincide.

X

Verificar se um padrão de Registro corresponde

Verifique se "%{key}!%{name}=%{expectedValue}" coincide.

X

Verificar se um valor de Registro não existe

Verifique se "%{key}!%{name}" não existe.

X

Verificar se existe um valor de Registro

Verifique se "%{key}!%{name}" existe.

X

Verificar se um valor de Registro é exatamente

Verifique se "%{key}!%{name}" é igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se um valor de Registro é superior a

Verifique se "%{key}!%{name}" é maior do que "%{expectedValue}".

X

Verificar se um valor de Registro é superior ou igual a

Verifique se "%{key}!%{name}" é maior ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se um valor de Registro é inferior a

Verifique se "%{key}!%{name}" é menor do que "%{expectedValue}".

X

Verificar se um valor de Registro é inferior ou igual a

Verifique se "%{key}!%{name}" é menor ou igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se um valor de Registro não é

Verifique se "%{key}!%{name}" não é igual a "%{expectedValue}".

X

Verificar se existe um serviço

Verifique se o serviço "%{name}" existe.

X

Verificar se um serviço está em execução

Verifique se o serviço "%{name}" está em execução.

X

Especificar os caminhos de registro do Windows

Ao especificar os caminhos de registro do Windows, use a chave base e especifique se o registro está em um dispositivo com sistema operacional de 32 ou 64 bits e hardware.

Por exemplo, especifique o caminho para HKEY_LOCAL_MACHINE para dispositivos Windows de 32 e 64 bits da seguinte maneira:

Etapas para dispositivos Mac OS X

Adição das etapas a scripts usados em dispositivos Mac OS X

Etapa

Descrição

V

SO

R

ORS

ORF

Falhar sempre

X

X

Criar uma janela de mensagem

Crie uma janela de mensagem com o nome "%{name}" com o título "%{title}", mensagem "%{message}" e tempo limite "%{timeout}" segundos.

X

X

X

X

X

Eliminar uma janela de mensagem

Destrua a janela de mensagem com o nome "%{name}".

X

X

X

X

X

Eliminar um processo

Anule o processo "%{name}".

X

X

X

X

X

Iniciar um programa

Inicie o "%{path}\%{program}" com parâmetros "% {parms}".

X

X

X

X

X

Registrar um valor de plist

Log "%{key}!%{name};"

X

Registrar mensagem

Registre "%{message}" como "%{type}".

X

Pesquisar sistema de arquivos

Pesquise por "%{name}" in "%{startingDirectory}" em "%{drives}" e "%{action}".

X

Descompactar um arquivo

Descompacte "%{path}\%{file}" para "%{target}".

X

X

X

X

Atualizar texto de janela de mensagem

Defina o texto na janela de mensagem com o nome "%{name}" para "%{text}".

X

X

X

X

Atualizar política e cronograma de trabalho

Atualize política e cronograma de trabalho do equipamento K1000.

X

Carregar um arquivo

Carregue "%{path}\%{file}" para o servidor.

X

X

Verificar se existe um diretório

Verifique se o diretório "%{path}" existe.

X

Verificar se existe um arquivo

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" existe.

X

Verificar se um arquivo foi modificado desde

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" foi modificado desde "%{expectedValue}".

X

Verificar se um processo não está em execução

Verifique se o processo "%{name}" não está em execução.

X

Verificar se um processo está em execução

Verifique se o processo "%{name}" está em execução.

X

Verificar se um valor de plist é igual a

X

Verificar se existe um valor de plist

Verifique se "%{key}" existe.

X

Verificar se um valor de plist é superior a

X

Verificar se um valor de plist é inferior a

X

Verificar se uma variável de ambiente é igual a

X

Verificar se existe uma variável de ambiente

X

Verificar se uma variável de ambiente é superior a

X

Verificar se uma variável de ambiente é inferior a

X

Verificar se existe pelo menos um arquivo correspondente a regex

X

Verificar se contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex é superior a

X

Verificar se contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex é inferior a

X

Verificar contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex

X

Verificar se as informações de arquivos são iguais a

X

Verificar se as informações de arquivos são superiores a

X

Verificar se as informações de arquivos são inferiores a

X

Etapas para dispositivos Red Hat Enterprise Linux

Adição das etapas a scripts para RHEL

Etapa

Descrição

V

SO

R

ORS

ORF

Falhar sempre

X

X

Eliminar um processo

Anule o processo "%{name}".

X

X

X

X

X

Iniciar um programa

Inicie o "%{path}\%{program}" com parâmetros "% {parms}".

X

X

X

X

X

Registrar mensagem

Registre "%{message}" como "%{type}".

X

Pesquisar sistema de arquivos

Pesquise por "%{name}" in "%{startingDirectory}" em "%{drives}" e "%{action}".

X

Descompactar um arquivo

Descompacte "%{path}\%{file}" para "%{target}".

X

X

X

X

Atualizar política e cronograma de trabalho

Atualize política e cronograma de trabalho do equipamento K1000.

X

Carregar um arquivo

Carregue "%{path}\%{file}" para o servidor.

X

X

Verificar se existe um diretório

Verifique se o diretório "%{path}" existe.

X

Verificar se existe um arquivo

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" existe.

X

Verificar se um arquivo foi modificado desde

Verifique se o arquivo "%{path}\%{file}" foi modificado desde "%{expectedValue}".

X

Verificar se um processo não está em execução

Verifique se o processo "%{name}" não está em execução.

X

Verificar se um processo está em execução

Verifique se o processo "%{name}" está em execução.

X

Verificar se uma variável de ambiente é inferior a

X

Verificar se existe pelo menos um arquivo correspondente a regex

X

Verificar se contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex é superior a

X

Verificar se contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex é inferior a

X

Verificar contagem de nomes de arquivo correspondendo a regex

X

Verificar se as informações de arquivos são iguais a

X

Verificar se as informações de arquivos são superiores a

X

Verificar se as informações de arquivos são inferiores a

X

Variáveis LDAP

Variáveis LDAP

O K1000 tem suporte a variáveis para uso em rótulos LDAP e consultas do banco de dados.

Variáveis do dispositivo ou da máquina

As variáveis do dispositivo ou da máquina podem ser usadas em rótulos de LDAP e consultas para agrupar automaticamente os dispositivos por nome, descrição e outros critérios de LDAP. Durante o processamento do rótulo de LDAP, o K1000 substituirá todas as variáveis KBOX_ definidas pelos valores respectivos do tempo de execução. A tabela a seguir mostra as variáveis de dispositivos ou máquinas compatíveis e seu mapeamento em colunas na tabela do banco de dados de MÁQUINA e atributos de LDAP.

Variáveis e mapeamentos de variáveis de dispositivos ou máquinas

 

Variável do K1000

 

Coluna da tabela do banco de dados de MÁQUINA K1000

 

Mapeamento de atributos de LDAP

KBOX_COMPUTER_NAME

NOME

cn | nome

KBOX_COMPUTER_DESCRIPTION

SYSTEM_DESCRIPTION

descrição

KBOX_COMPUTER_MAC

MAC

macAddress

KBOX_COMPUTER_IP

IP

ipHostNumber

KBOX_USERNAME

USER_NAME

KBOX_USER_DOMAIN

USER_DOMAIN

KBOX_DOMAINUSER

USUÁRIO

KBOX_CUSTOM_INVENTORY_*

CUSTOM_INVENTORY

A variável KBOX_CUSTOM_INVENTORY_* pode ser usada para verificar um valor de inventário personalizado. O * será substituído pelo nome de exibição da regra de inventário personalizada. Os caracteres permitidos são [a-z0-9.-] Outros caracteres serão substituídos por um sublinhado (_).

Variáveis de usuário

As variáveis de usuário podem ser usadas em rótulos de LDAP e consultas para agrupar automaticamente os usuários por domínio, local, código de orçamento ou outros critérios de LDAP. Durante o processamento do rótulo de LDAP, o K1000 substituirá todas as variáveis KBOX_ definidas pelos valores respectivos do tempo de execução. A tabela a seguir mostra as variáveis de usuários compatíveis e seu mapeamento em colunas na tabela do banco de dados de USUÁRIO e atributos de LDAP.

Variáveis e mapeamentos de usuários

 

Variável do K1000

 

Coluna da tabela do banco de dados de USUÁRIO K1000

 

Mapeamento de atributos de LDAP

KBOX_USER_NAME

USER_NAME

samAccountName

KBOX_FULL_NAME

FULL_NAME

cn | nome

KBOX_EMAIL

E-MAIL

correio

KBOX_DOMAIN

DOMAIN

KBOX_BUDGET_CODE

BUDGET_CODE

KBOX_LOCATION

LOCATION

1

KBOX_WORK_PHONE

WORK_PHONE

telephoneNumber

KBOX_HOME_PHONE

HOME_PHONE

homePhone

KBOX_MOBILE_PHONE

MOBILE_PHONE

mobile

KBOX_PAGER_PHONE

PAGER_PHONE

pager

KBOX_CUSTOM_1

CUSTOM_1

KBOX_CUSTOM_2

CUSTOM_2

KBOX_CUSTOM_3

CUSTOM_3

KBOX_CUSTOM_4

CUSTOM_4

KBOX_ROLE_ID

ROLE_ID

KBOX_API_ENABLED

API_ENABLED

KBOX_AMS_ID

AMS_ID

No value (Sem valor). Essa variável não é usada na versão K1000 6.4.

KBOX_LOCALE_BROWSER_ID

LOCALE_BROWSER_ID

KBOX_HD_DEFAULT_QUEUE_ID

HD_DEFAULT_QUEUE_ID

KBOX_LDAP_UID

LDAP_UID

objectGUID

Glossário

Glossário

O KACE GO é um aplicativo que permite aos administradores acessar tíquetes do Service desk, informações de inventário e recursos de implantação de aplicativos com seus smartphones ou tablets. O aplicativo também permite que usuários sem privilégios administrativos enviem tíquetes do Service desk, visualizem o status dos tíquetes enviados e leiam artigos da Base de conhecimento em seus dispositivos móveis. Você pode fazer download do KACE GO na App Store da Apple para dispositivos iOS ou na Google Play Store para dispositivos Android.

Consulte Configuração do acesso a dispositivos móveis

Alertas de monitoramento são mensagens geradas nos dispositivos de servidor suportados e enviados para o K1000 para alertar a equipe sobre erros e problemas que estão sendo informados nos registros de eventos e do sistema dos dispositivos. Consulte Monitoramento de servidores.

Conexão paraSuporte da Quest. O tethering permite que os representantes da Quest se conectem ao seu sistema para a solução de problemas. Consulte Ativar tether para o Suporte da Quest

O AMP (Agent Messaging Protocol, Protocolo de mensagens do agente) é o protocolo de comunicações usado para comunicação entre o Agente do K1000, que é instalado em dispositivos gerenciados por Agente, e a solução K1000. O AMP fornece comunicações otimizadas em tempo real para as operações de gerenciamento de sistema. Consulte Provisionamento do Agente do K1000.

Compare com Aplicativos não localizados Consulte Aplicativos localizados

Aplicativos não catalogados são executáveis que estão no inventário do K1000, mas não aparecem no Catálogo de software. É possível visualizar aplicativos de software que estejam listados como Não catalogado na página Catálogo de software. Entretanto, não é possível ativar a medição para aplicativos Não catalogados, marcá-los como Não permitidos ou adicionar informações de licença para eles. Os aplicativos Não catalogados devem ser adicionados ao Catálogo de Software público e local antes que possam ser medidos, marcados como Não permitido ou associados a informações de licença. Consulte Aplicativos Não catalogados
Aplicativos não permitidos são aqueles que foram marcados como Não permitidos na página Catálogo de software. Os aplicativos Windows e Mac podem ser marcados como Não permitido somente se estiverem como aplicativos Localizados, Não localizados ou Catalogados localmente. Os aplicativos Não catalogados não podem ser marcados como Não permitido até que sejam adicionados ao Catálogo de software. Aplicativos marcados como Não permitidos podem ser bloqueados ou colocados em uma lista negra em dispositivos gerenciados, caso esses dispositivos tenham o rótulo ativado por Controle de aplicativos. Consulte Uso do controle de aplicativos

A

Glossário

O KACE GO é um aplicativo que permite aos administradores acessar tíquetes do Service desk, informações de inventário e recursos de implantação de aplicativos com seus smartphones ou tablets. O aplicativo também permite que usuários sem privilégios administrativos enviem tíquetes do Service desk, visualizem o status dos tíquetes enviados e leiam artigos da Base de conhecimento em seus dispositivos móveis. Você pode fazer download do KACE GO na App Store da Apple para dispositivos iOS ou na Google Play Store para dispositivos Android.

Consulte Configuração do acesso a dispositivos móveis

Alertas de monitoramento são mensagens geradas nos dispositivos de servidor suportados e enviados para o K1000 para alertar a equipe sobre erros e problemas que estão sendo informados nos registros de eventos e do sistema dos dispositivos. Consulte Monitoramento de servidores.

Conexão paraSuporte da Quest. O tethering permite que os representantes da Quest se conectem ao seu sistema para a solução de problemas. Consulte Ativar tether para o Suporte da Quest

O AMP (Agent Messaging Protocol, Protocolo de mensagens do agente) é o protocolo de comunicações usado para comunicação entre o Agente do K1000, que é instalado em dispositivos gerenciados por Agente, e a solução K1000. O AMP fornece comunicações otimizadas em tempo real para as operações de gerenciamento de sistema. Consulte Provisionamento do Agente do K1000.

Compare com Aplicativos não localizados Consulte Aplicativos localizados

Aplicativos não catalogados são executáveis que estão no inventário do K1000, mas não aparecem no Catálogo de software. É possível visualizar aplicativos de software que estejam listados como Não catalogado na página Catálogo de software. Entretanto, não é possível ativar a medição para aplicativos Não catalogados, marcá-los como Não permitidos ou adicionar informações de licença para eles. Os aplicativos Não catalogados devem ser adicionados ao Catálogo de Software público e local antes que possam ser medidos, marcados como Não permitido ou associados a informações de licença. Consulte Aplicativos Não catalogados
Aplicativos não permitidos são aqueles que foram marcados como Não permitidos na página Catálogo de software. Os aplicativos Windows e Mac podem ser marcados como Não permitido somente se estiverem como aplicativos Localizados, Não localizados ou Catalogados localmente. Os aplicativos Não catalogados não podem ser marcados como Não permitido até que sejam adicionados ao Catálogo de software. Aplicativos marcados como Não permitidos podem ser bloqueados ou colocados em uma lista negra em dispositivos gerenciados, caso esses dispositivos tenham o rótulo ativado por Controle de aplicativos. Consulte Uso do controle de aplicativos
Related Documents