Chat now with support
Chat with Support

KACE Asset Management Appliance 7.1 - Guia de administração

Sobre a Solução de gerenciamento de sistemas KACE (K1000) Introdução
Configuração do equipamento
Requisitos e especificações Ligar a solução e fazer login no Console do administrador Acesso ao Console da linha de comando Acompanhamento das alterações de configuração Definição de configurações gerais dos níveis de sistema e de administrador Definição de configurações de data e hora da solução Verificação das configurações da porta, serviço NTP e acesso ao site Definição de configurações de rede e segurança Definição de configurações do agente Configuração do tempo limite da sessão e das definições de atualização automática. Definição das configurações de localidade Configuração de preferências de compartilhamento de dados Sobre requisitos de conformidade com o DIACAP Configuração do acesso a dispositivos móveis Ativação da troca rápida para organizações e soluções vinculadas Vinculação das soluções Quest KACE Definição de configurações do histórico
Configuração e uso de rótulos para gerenciar grupos de itens
Sobre rótulos Acompanhamento de alterações nas configurações de rótulos Gerenciamento de rótulos manuais Gerenciamento de rótulos inteligentes Gerenciamento de grupos de rótulos Gerenciamento de rótulos LDAP
Configuração de contas de usuário, autenticação do protocolo LDAP e SSO
Sobre contas de usuários e autenticação do usuário Sobre configurações de localidade Gerenciamento de contas do usuário no nível do sistema Gerenciamento de contas do usuário da organização Visualizar ou editar perfis de usuário Uso de um servidor do protocolo LDAP para autenticação do usuário Importação de usuários de um servidor do protocolo LDAP Sobre o login único (SSO) Ativação e desativação do login único Utilização do Active Directory para login único Utilização do Quest Identity Broker para a conexão única
Utilização de compartilhamentos de replicações Gerenciamento de credenciais Configuração de ativos
Sobre o componente Gerenciamento de ativos Sobre o gerenciamento de ativos Adição e personalização de Tipos de ativo e manutenção de informações de ativos Gerenciamento de ativos de software Gerenciamento de ativos físicos e lógicos Manutenção e uso das informações de ativos manuais Gerenciamento de locais
Configuração de Conformidade com licenças Gerenciamento de Conformidade com licenças Configuração do Service desk Criação e gerenciamento de organizações Importação e exportação de recursos da solução
Gerenciamento de inventário
Uso da descoberta de dispositivo Gerenciando o inventário de dispositivo
Sobre o gerenciamento de dispositivos Recursos disponíveis para cada método de gerenciamento de dispositivo Sobre as informações de inventário Rastreamento de alterações nas configurações do inventário Gerenciamento de informações de inventário Localização e gerenciamento de dispositivos Provisionamento do Agente do K1000 Implantação manual do Agente do K1000
Obtenção de arquivos de instalação do agente Implantação manual do Agente do K1000 em dispositivos Windows Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Linux Realização de operações do Agente em dispositivos Linux Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Mac Realização de outras operações do agente em dispositivos Mac Exibição de informações coletadas pelo agente
Uso de gerenciamento sem Agente Adição manual de dispositivos no Console do administrador ou usando a API Forçar de atualizações do inventário Gerenciamento de dispositivos MIA Obtenção de informações de garantia da Dell
Gerenciamento de aplicativos na página Software Gerenciamento do inventário do catálogo de software
Sobre o catálogo de software Exibição de informações do Catálogo de software Adição de aplicativos ao Catálogo de software Gerenciamento dos Ativos de licença referentes aos aplicativos do Catálogo de software Uso da medição de software Uso do controle de aplicativos Atualização ou reinstalação do catálogo de software
Gerenciamento de processos, programas de inicialização e inventário de serviços Elaboração de regras de inventário personalizado
Implantação de pacotes em dispositivos gerenciados
Distribuição de software e uso do Wake-on-LAN Transmissão de alertas para dispositivos gerenciados Execução de scripts em dispositivos gerenciados
Sobre scripts Acompanhamento de alterações nas configurações de scripting Sobre scripts padrão Criação e edição de scripts Uso dos comandos Executar e Executar agora Sobre modelos da política de configuração Uso das políticas de configuração de Windows Uso das políticas de configuração do Mac OS X Edição de políticas e scripts Pesquisa de registros de script Exportação de scripts
Gerenciamento de perfis Mac
Patch de dispositivos e manutenção de segurança
Sobre o gerenciamento de patches Inscrição e download de patches Criação e gerenciamento de cronogramas de patches Gerenciamento do inventário de patches Gerenciamento de dispositivos Dell e atualizações Manutenção da segurança do dispositivo e da solução
Teste da segurança de dispositivo
Sobre as verificações de segurança da OVAL Noções básicas sobre testes e definições da OVAL Sobre SCAP Sobre os parâmetros de comparação Como funciona uma verificação SCAP Edição de cronogramas de verificação de SCAP Sobre modelos da política de segurança Usar modelos de política de segurança baseados no Windows Usar modelos de política de segurança do Mac Resolver problemas de segurança do Windows que evitam provisionamento do Agente
Manutenção da segurança da solução
Uso de relatórios e cronogramas de notificações Monitoramento de servidores
Introdução ao monitoramento de servidor Trabalho com perfis de monitoramento Gerenciamento de monitoramento para dispositivos Trabalho com alertas
Uso do Service desk
Configuração do Service desk
Requisitos do sistema Sobre o Service desk Visão geral das tarefas de configuração Configuração de horário comercial e feriados do Service desk Configuração de Acordos de nível de serviço Configuração de filas de tíquetes do Service desk Configurações de tíquete Personalização da página inicial do Console do usuário Uso da pesquisa de satisfação Habilitação ou desabilitação da segurança para anexos do Service desk
Gerenciamento de tíquetes, processos e relatórios do Service Desk
Visão geral do ciclo de vida do tíquete do Service desk Criação de tíquetes no Console do administrador e no Console do usuário Criação e gerenciamento de tíquetes por e-mail Visualização de tíquetes e gerenciamento de comentários, trabalho e anexos Uso do processo de escalonamento de tíquete Uso de processos do Service desk Uso das Regras de tíquete Execução de relatórios do Service Desk Arquivamento, restauração e exclusão de tíquetes Gerenciamento da exclusão de tíquetes
Gerenciamento de filas de tíquetes do Service Desk Sobre artigos de Downloads do usuário e Base de conhecimento Personalização de configurações de tíquetes do Service Desk Configuração dos servidores SMTP para e-mail
Manutenção e solução de problemas
Manutenção da solução Solução de problemas do K1000
Apêndices Glossário Sobre nós Avisos legais

Exibição da lista de aplicativos Catalogados localmente

Exibição da lista de aplicativos Catalogados localmente

É possível usar a pesquisa avançada para classificar a página Catálogo de software para mostrar aplicativos que foram adicionados à versão local do Catálogo de software.

Aplicativos que não estão na versão oficial do catálogo de software, mas foram adicionados à versão local na solução K1000, são conhecidos como aplicativos Catalogados localmente. Os aplicativos Catalogados localmente podem ser medidos, marcados como Não permitido e associados a Ativos de licença.

1.
Acesse a lista Catálogo de software:
a.
Faça login no Console do administrador do K1000, http://K1000_hostname/admin. Ou, se a opção Mostrar menu da organização no cabeçalho administrativo estiver ativada nas Configurações gerais da solução, selecione uma organização na lista suspensa no canto superior direito da página, ao lado das informações de login.
b.
Na barra de navegação esquerda, clique em Inventário e em Catálogo de software.
2.
Clique na guia Pesquisa avançada acima da lista à direita e especifique os critérios necessários para exibir os aplicativos catalogados localmente:
3.
Clique em Pesquisar.

Item

Descrição

Nome

O nome e a versão do aplicativo. Se o aplicativo for uma suíte, o nome aparecerá em negrito. Por exemplo, Microsoft Office 2010 Professional.

Tipo

A classificação do aplicativo no catálogo de software. Os aplicativos Catalogados localmente são classificados como Localizados.

Instalado

O número de dispositivos gerenciados que têm o aplicativo instalado.

Editor

O editor do aplicativo. Estas informações são normalizadas para garantir a emissão de relatórios precisos. Por exemplo, Microsoft Corp. e Microsoft Inc. são informados como Microsoft Corporation.

Categoria

A categoria do aplicativo conforme estabelecido pela equipe do Catálogo de software.

Plataforma

O sistema operacional para o qual o aplicativo foi projetado para ser executado. Por exemplo, Windows.

Visualização dos detalhes para aplicativos do Catálogo de software

Visualização dos detalhes para aplicativos do Catálogo de software

É possível exibir detalhes de suítes e aplicativos Localizados, Não localizados, Não catalogados e Catalogados localmente.

Para exibir os detalhes de aplicativos Não catalogados, a retenção de dados para aplicativos Não catalogados deve ser habilitada. Não é possível exibir os detalhes de aplicativos Não catalogados se a retenção de dados estiver desabilitada. Consulte Definir as configurações gerais específicas da organização ou no nível do administrador.

1.
Acesse a lista Catálogo de software:
a.
Faça login no Console do administrador do K1000, http://K1000_hostname/admin. Ou, se a opção Mostrar menu da organização no cabeçalho administrativo estiver ativada nas Configurações gerais da solução, selecione uma organização na lista suspensa no canto superior direito da página, ao lado das informações de login.
b.
Na barra de navegação esquerda, clique em Inventário e em Catálogo de software.

Item

Descrição

Resumo

Não permitido

Indica se o suíte ou aplicativo está marcado como Não permitido. Marcar os aplicativos como Não permitido impede-os que sejam executados em dispositivos gerenciados por agente.

Medido

Se a medição está habilitada para o suíte ou aplicativo. Se a medição estiver habilitada para que o aplicativo, os dados de uso são coletados para os dispositivos gerenciados por agente que também têm a medição habilitada. Consulte Ativação e configuração da medição para dispositivos e aplicativos.

Instalado

O número de dispositivos gerenciados por agente em que o suíte ou aplicativo está instalado.

Licenças

O número de Ativos de licença associados ao suíte ou aplicativo.

Licenças expiradas

O número de Ativos de licença expirados associados ao suíte ou aplicativo.

Propriedades

Editor

O editor do suíte ou aplicativo. Estas informações são normalizadas para garantir a emissão de relatórios precisos. Por exemplo, Microsoft Corp. e Microsoft Inc. são informados como Microsoft Corporation.

Plataforma

O sistema operacional para o qual o suite ou aplicativo foi projetado para ser executado. Por exemplo, Windows.

Tipo de software

Indica se o suíte ou aplicativo é um aplicativo individual, como o Microsoft Word, ou uma suíte de aplicativos, como o Microsoft Office.

Tipo de licença do editor

O tipo de licença sugerido para o suíte ou aplicativo.

Categoria

A categoria do suíte ou aplicativo conforme estabelecido pela equipe do Catálogo de software.

Para aplicativos Catalogados localmente, isso é especificado quando a solicitação de catalogação é enviada.

ID do aplicativo ou ID do suíte

Um código que identifica a suíte ou o aplicativo.

Disponibilidade geral

A data em que o suíte ou aplicativo foi lançado pela primeira vez para os clientes.

Fim da vida útil

A data que o suporte para o suíte ou aplicativo foi descontinuado.

MSRP ($)

O preço de revenda sugerido pelo fabricante para o suíte ou aplicativo.

Medição ativada

A data e hora em que a medição foi ativada para a suíte ou aplicativo.

Versões ou aplicativos instalados

Nome do arquivo

Para aplicativos, o nome do arquivo executável.

Nome do produto

Para suítes, o nome da suíte.

Versão

O número da versão associada ao suíte ou aplicativo.

Categoria

A categoria do suíte ou aplicativo conforme estabelecido pela equipe do Catálogo de software.

Para aplicativos Catalogados localmente, isso é especificado quando a solicitação de catalogação é enviada.

Idioma

O idioma para o qual o suíte ou aplicativo foi projetado. Por exemplo, inglês. Aplicativos que não foram projetados para um idioma específico são projetados com linguagem neutra.

Instalado

O número de dispositivos gerenciados que têm o suíte ou aplicativo instalado. Clique em número para exibir as informações do dispositivo.

App-V

Refere-se ao Microsoft Application Virtualization (App-V), que gerencia aplicativos sem instalá-los nos dispositivos.

Arquivos associados

Um ou mais arquivos que estão associados à versão selecionada e anexados ao catálogo de software. Para anexar um arquivo, clique em e selecione o local do arquivo. É possível editar ou excluir arquivos anexados, conforme necessário.

Fornecer uma nota sobre o arquivo. Por exemplo, Script Host 5.8 - x86 ou Script Host 5.8 - x64

Replicado

Indica se os arquivos são copiados para o Compartilhamento de replicação.

Notas

Uma nota sobre o arquivo anexado, se algum arquivo tiver sido fornecido.

Licenças

Disponível somente se um Ativo de licença tiver sido adicionado ao suíte ou aplicativo.

Nome

O nome da licença, como Office Professional OC #1234. Este é o nome que você usa para localizar o ativo. Se você planeja associar várias licenças a um aplicativo, considere incluir números de pedidos de compra ou a data de compra.

Contagem

O número de instalações ou estações permitido pela licença. Por exemplo, 50.

Modo

O modo do Ativo de licença. O modo é usado no gráfico de Conformidade com licenças, exibido na página Painel da Console do administrador. Valores marcados como ignorados na página Detalhes do ativo são mostrados com um nível de uso de 100%.

Chave, Custo unitário e Expiração

Informações adicionais sobre a licença. Você pode modificar e editar as informações padrão, e capturá-las para um Tipo de licença do ativo.

Fornecedor

O nome do Ativo de fornecedor que você deseja associar ao suíte ou aplicativo. A lista suspensa Fornecedor estará vazia, a menos que você tenha adicionado um Ativo de fornecedor. Para procurar por fornecedores, comece a digitar na lista.

Número do pedido

O número do pedido de compra associado à licença.

Adquirido

A data em que a licença foi obtida. Clique no campo e selecione a data no calendário.

Medição

Último uso (dias atrás)

O número de dispositivos gerenciados que iniciaram o suíte ou aplicativo nas últimas 24 horas.

1-7

O número de dispositivos gerenciados que iniciaram o suíte ou aplicativo nos últimos sete dias.

8-30

O número de dispositivos gerenciados que iniciaram o suíte ou aplicativo nos últimos oito a 8-30 dias.

31-90

O número de dispositivos gerenciados que iniciaram o suíte ou aplicativo nos últimos oito a 31-90 dias.

Não utilizado

O número de dispositivos gerenciados que iniciaram o suíte ou aplicativo nos últimos 90 dias.

Adição de aplicativos ao Catálogo de software

Adição de aplicativos ao Catálogo de software

A Quest revisa seu extenso repositório de dados e adiciona automaticamente novos aplicativos ao catálogo de software conforme necessário. Contudo, se um aplicativo ainda não aparecer no catálogo, é possível enviar uma solicitação de catalogação para a apreciação da equipe de catálogo da Quest.

Uma solicitação de catalogação é uma forma de enviar uma solicitação para que um aplicativo não incluso no Catálogo de software (Não catalogado) seja adicionado ao Catálogo de software público. Quando a Quest recebe a solicitação de catalogação, ela é avaliada para determinar se o aplicativo deve ser incluído no Catálogo de software público. Além disso, os aplicativos são automaticamente adicionados à versão local do Catálogo de software na solução K1000 quando solicitações de catalogação são enviadas.

Como uma alternativa, se você tiver aplicativos internos à sua organização e não deseja que eles sejam adicionados ao catálogo de software público, é possível adicioná-los à sua versão local do catálogo de software. Consulte Envio de solicitações de catalogação.

O envio de solicitações de catalogação leva à adição automática de aplicativos ao catálogo de software local.

O envio de solicitações de catalogação leva à adição automática de aplicativos ao catálogo de software local.

Quando é enviada uma solicitação de catalogação para um aplicativo, o aplicativo é adicionado de forma automática e imediata à versão local do catálogo de software na solução K1000.

Com isso, o aplicativo torna-se Catalogado localmente e pode ser medido, marcado como Não permitido e associados a Ativos de licença.

Se o componente Organização estiver ativado no equipamento, você poderá enviar solicitações de catalogação a partir de qualquer organização e o título será adicionado imediatamente ao catálogo de software local do K1000. Ele está disponível para todas as organizações.

Related Documents