Chat now with support
Chat with Support

We are currently preforming website maintenance, any feature requiring sign-in is temporarily unavailable, if you have an issue requiring immediate assistance please call Technical Support.

KACE as a Service 7.1 - Guia de administração

Sobre a Solução de gerenciamento de sistemas KACE (K1000) Introdução
Configuração do equipamento
Requisitos e especificações Ligar a solução e fazer login no Console do administrador Acesso ao Console da linha de comando Acompanhamento das alterações de configuração Definição de configurações gerais dos níveis de sistema e de administrador Definição de configurações de data e hora da solução Verificação das configurações da porta, serviço NTP e acesso ao site Definição de configurações de rede e segurança Definição de configurações do agente Configuração do tempo limite da sessão e das definições de atualização automática. Definição das configurações de localidade Configuração de preferências de compartilhamento de dados Sobre requisitos de conformidade com o DIACAP Configuração do acesso a dispositivos móveis Ativação da troca rápida para organizações e soluções vinculadas Vinculação das soluções Quest KACE Definição de configurações do histórico
Configuração e uso de rótulos para gerenciar grupos de itens
Sobre rótulos Acompanhamento de alterações nas configurações de rótulos Gerenciamento de rótulos manuais Gerenciamento de rótulos inteligentes Gerenciamento de grupos de rótulos Gerenciamento de rótulos LDAP
Configuração de contas de usuário, autenticação do protocolo LDAP e SSO
Sobre contas de usuários e autenticação do usuário Sobre configurações de localidade Gerenciamento de contas do usuário no nível do sistema Gerenciamento de contas do usuário da organização Visualizar ou editar perfis de usuário Uso de um servidor do protocolo LDAP para autenticação do usuário Importação de usuários de um servidor do protocolo LDAP Sobre o login único (SSO) Ativação e desativação do login único Utilização do Active Directory para login único Utilização do Quest Identity Broker para a conexão única
Utilização de compartilhamentos de replicações Gerenciamento de credenciais Configuração de ativos
Sobre o componente Gerenciamento de ativos Sobre o gerenciamento de ativos Adição e personalização de Tipos de ativo e manutenção de informações de ativos Gerenciamento de ativos de software Gerenciamento de ativos físicos e lógicos Manutenção e uso das informações de ativos manuais Gerenciamento de locais
Configuração de Conformidade com licenças Gerenciamento de Conformidade com licenças Configuração do Service desk Criação e gerenciamento de organizações Importação e exportação de recursos da solução
Gerenciamento de inventário
Uso da descoberta de dispositivo Gerenciando o inventário de dispositivo
Sobre o gerenciamento de dispositivos Recursos disponíveis para cada método de gerenciamento de dispositivo Sobre as informações de inventário Rastreamento de alterações nas configurações do inventário Gerenciamento de informações de inventário Localização e gerenciamento de dispositivos Provisionamento do Agente do K1000 Implantação manual do Agente do K1000
Obtenção de arquivos de instalação do agente Implantação manual do Agente do K1000 em dispositivos Windows Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Linux Realização de operações do Agente em dispositivos Linux Implantação e atualização manual do Agente do K1000 em dispositivos Mac Realização de outras operações do agente em dispositivos Mac Exibição de informações coletadas pelo agente
Uso de gerenciamento sem Agente Adição manual de dispositivos no Console do administrador ou usando a API Forçar de atualizações do inventário Gerenciamento de dispositivos MIA Obtenção de informações de garantia da Dell
Gerenciamento de aplicativos na página Software Gerenciamento do inventário do catálogo de software
Sobre o catálogo de software Exibição de informações do Catálogo de software Adição de aplicativos ao Catálogo de software Gerenciamento dos Ativos de licença referentes aos aplicativos do Catálogo de software Uso da medição de software Uso do controle de aplicativos Atualização ou reinstalação do catálogo de software
Gerenciamento de processos, programas de inicialização e inventário de serviços Elaboração de regras de inventário personalizado
Implantação de pacotes em dispositivos gerenciados
Distribuição de software e uso do Wake-on-LAN Transmissão de alertas para dispositivos gerenciados Execução de scripts em dispositivos gerenciados
Sobre scripts Acompanhamento de alterações nas configurações de scripting Sobre scripts padrão Criação e edição de scripts Uso dos comandos Executar e Executar agora Sobre modelos da política de configuração Uso das políticas de configuração de Windows Uso das políticas de configuração do Mac OS X Edição de políticas e scripts Pesquisa de registros de script Exportação de scripts
Gerenciamento de perfis Mac
Patch de dispositivos e manutenção de segurança
Sobre o gerenciamento de patches Inscrição e download de patches Criação e gerenciamento de cronogramas de patches Gerenciamento do inventário de patches Gerenciamento de dispositivos Dell e atualizações Manutenção da segurança do dispositivo e da solução
Teste da segurança de dispositivo
Sobre as verificações de segurança da OVAL Noções básicas sobre testes e definições da OVAL Sobre SCAP Sobre os parâmetros de comparação Como funciona uma verificação SCAP Edição de cronogramas de verificação de SCAP Sobre modelos da política de segurança Usar modelos de política de segurança baseados no Windows Usar modelos de política de segurança do Mac Resolver problemas de segurança do Windows que evitam provisionamento do Agente
Manutenção da segurança da solução
Uso de relatórios e cronogramas de notificações Monitoramento de servidores
Introdução ao monitoramento de servidor Trabalho com perfis de monitoramento Gerenciamento de monitoramento para dispositivos Trabalho com alertas
Uso do Service desk
Configuração do Service desk
Requisitos do sistema Sobre o Service desk Visão geral das tarefas de configuração Configuração de horário comercial e feriados do Service desk Configuração de Acordos de nível de serviço Configuração de filas de tíquetes do Service desk Configurações de tíquete Personalização da página inicial do Console do usuário Uso da pesquisa de satisfação Habilitação ou desabilitação da segurança para anexos do Service desk
Gerenciamento de tíquetes, processos e relatórios do Service Desk
Visão geral do ciclo de vida do tíquete do Service desk Criação de tíquetes no Console do administrador e no Console do usuário Criação e gerenciamento de tíquetes por e-mail Visualização de tíquetes e gerenciamento de comentários, trabalho e anexos Uso do processo de escalonamento de tíquete Uso de processos do Service desk Uso das Regras de tíquete Execução de relatórios do Service Desk Arquivamento, restauração e exclusão de tíquetes Gerenciamento da exclusão de tíquetes
Gerenciamento de filas de tíquetes do Service Desk Sobre artigos de Downloads do usuário e Base de conhecimento Personalização de configurações de tíquetes do Service Desk Configuração dos servidores SMTP para e-mail
Manutenção e solução de problemas
Manutenção da solução Solução de problemas do K1000
Apêndices Glossário Sobre nós Avisos legais

Aplicação de uma nova chave de licença para aumentar a capacidade de monitoramento do servidor

Aplicação de uma nova chave de licença para aumentar a capacidade de monitoramento do servidor

Você pode aumentar a capacidade de monitoramento do servidor aplicando uma nova chave de licença.

Você obteve a sua nova chave de licença.

1.
Acesse as Configurações da solução:
Se o componente Organização estiver ativado na solução, faça login no Console de administração do sistema K1000, http://K1000_hostname/system, ou selecione Sistema na lista suspensa no canto superior direito da página e clique em Configurações.
2.
Clique em Atualizações da solução para exibir a página Atualizações da solução.
3.
Na seção Informações de licença, insira a nova chave de licença e clique em Atualizar.
4.
Clique em Sim no diálogo Confirmar para reinicializar o seu sistema.

Os recursos totais estarão disponíveis para você quando você se conectar novamente na solução após a reinicialização.

Trabalho com perfis de monitoramento

Trabalho com perfis de monitoramento

Os perfis de monitoramento descrevem os critérios de criação de um alerta, identificando o texto a ser procurado no registro do dispositivo e associando esse texto com um nível de alerta definido.

O K1000 fornece um conjunto de perfis padrão para monitoramento de registro dos dispositivos com sistemas operacionais suportados e dispositivos de armadilha de SNMP. Além disso, você pode modificar os perfis de monitoramento existentes, criar os seus próprios perfis e carregar os perfis criados por outros usuários. Além disso, você tem acesso aos Pacotes de ativação do registro (LEPs) padrão de modo a permitir o monitoramento de aplicativos e limites.

Os perfis de monitoramento disponíveis são listados na página Perfis de monitoramento

DICA: Para exibir somente os perfis de monitoramento de registro, no canto superior direito, clique em Exibir por > Tipo > Registro. Para exibir perfis de monitoramento para dispositivos de armadilha de SNMP, clique em Exibir por > Tipo > Armadilha de SNMP.

Como exemplo, o perfil padrão de criação de alertas de dispositivos Mac OS X indica que /var/log/system.log é o registro no qual as verificações de função de monitoramento procuram o texto que dispararia um alerta. A tabela a seguir descreve o texto de pesquisa padrão no campo Incluir texto e os níveis de alerta associados.

Texto procurado no registro

Nível de alerta

critical

Crítico

error

Erro

fatal

Erro

fail

Erro

K1000 monitor alert

Erro

warn

Aviso

unavailable

Aviso

É possível adicionar outros alertas personalizados a suas necessidades operacionais.

Os perfis padrão abrangem os seguintes sistemas operacionais com suporte:

Para os dispositivos com sistemas operacionais Linux, existem diversos caminhos de log para logs do MySQL e Apache, dependendo da versão do SO. Consulte Caminhos do logo de perfil para MySQL e Apache.

Para dispositivos sem agente que são monitorados por meio do mecanismo de armadilha de SNMP, é necessário fornecer os formatos e as expressões de mensagem de armadilha para capturar os elementos de armadilha específicos. Consulte Configure as mensagens de armadilha de SNMP e os critérios de alerta.

Na página da lista Pacotes de ativação do registro, a Quest publica um conjunto base de modelos do Windows Reliability and Performance Monitor (PerfMon) e scripts Perl de código aberto não Windows, para que os usuários possam estender seu recurso de monitoramento e identificar problemas de desempenho do sistema e do aplicativo. Esses modelos e scripts estão disponíveis para que os usuários não precisem criá-los a partir do zero. O monitoramento no K1000 funciona sem esses modelos e scripts adicionais, mas os perfis criados com base em tais modelos e scripts são úteis caso você deseje realizar o monitoramento do limite de desempenho.

Além disso, por conveniência, há um perfil padrão que pode ser usado caso você faça download dos modelos Windows Reliability and Performance Monitor (PerfMon) para dispositivos Windows Server 2003 gerenciados. Consulte Configuração de um dispositivo Windows Server 2003 com um Pacote de ativação do registro (LEP) de monitoramento do ITNinja.

Edição de um perfil

Edição de um perfil

É possível alterar, adicionar ou remover critérios de alerta e caminhos de registro para qualquer perfil existente.

Para usar um perfil existente como ponto de partida de criação de um perfil, veja Criação de um novo perfil usando um perfil padrão como modelo.

Para identificar eventos que você quer indicado como alertas, use strings ou expressões regulares em Incluir texto para especificar o conteúdo da mensagem. Por exemplo, se especificar a string Physical memory, um alerta será gerado para cada mensagem com essa string exata.

Para cobrir várias possibilidades, você pode usar uma expressão regular. Por exemplo, se você quer alertas de qualquer ponto de montagem de unidade que tenha erros de unidade, na forma, "Drive /dev/[any drive mount point] has drive errors", você pode usar Drive /dev/[a-z]{1,} has drive errors em Incluir texto. Os alertas são gerados para todas as mensagens que contenham "Drive /dev/" seguido por qualquer palavra de qualquer comprimento contendo os caracteres a-z, seguido por "has drive errors".

Você pode excluir eventos específicos para que não sejam gerados como alertas se você achá-los desnecessários. Para filtrar os alertas que não deseja receber, use Excluir texto para indicar o conteúdo que identifica um alerta indesejado. Você pode usar Excluir texto para filtrar categorias inteiras de alertas ou Excluir texto juntamente com Incluir texto para refinar um subconjunto de uma categoria de alerta. Consulte Exemplos de Incluir texto e Excluir texto para perfis de monitoramento.

a.
Faça login no Console do administrador do K1000, http://K1000_hostname/admin. Ou, se a opção Mostrar menu da organização no cabeçalho administrativo estiver ativada nas Configurações gerais da solução, selecione uma organização na lista suspensa no canto superior direito da página, ao lado das informações de login.
b.
2.
Selecione a caixa de seleção do perfil existente que você deseja editar e selecione Escolher ação > Editar para exibir a página Detalhes do perfil.
3.
Opcional: Altere ou modifique o Nome e a Descrição do perfil para indicar as edições.
4.
Faça alterações nas configurações de Critérios, de acordo com as suas necessidades.
Alterar Incluir texto.
2.
Digite o novo texto da pesquisa e, se necessário selecione Sim na lista suspensa Diferenciação entre maiúsculas e minúsculas.
3.
Clique em Salvar à direita da linha.
Opcional: Alterar Excluir texto.
2.
Digite o novo texto excluído e, se necessário, selecione Sim na lista suspensa Diferenciação entre maiúsculas e minúsculas.
3.
Clique em Salvar à direita da linha.
Alteração do nível de alerta.
2.
Na lista suspensa Nível, selecione o nível entre as cinco opções: Crítico, Erro, Aviso, Informações e Recuperado.
3.
Clique em Salvar à direita da linha.
1.
No cabeçalho da categoria Critérios, clique no botão Adicionar: .
5.
Clique em Salvar na parte inferior da página.
NOTA: É possível restaurar um perfil padrão às configurações de fábrica de seu sistema operacional usando o botão Redefinir para as configurações de fábrica na parte inferior da página.

Configure as mensagens de armadilha de SNMP e os critérios de alerta

Configure as mensagens de armadilha de SNMP e os critérios de alerta

É possível configurar mensagens de armadilha de SNMP e critérios de alerta por meio da página Perfis.

SNMP (Protocolo simples de gerenciamento de rede) é um protocolo para monitoramento de dispositivos gerenciados em uma rede. O protocolo é compatível com o Dell Open Manage e diversos produtos de terceiros. Ao habilitar esse recurso na solução e quando todos os dispositivos relacionados também estiverem habilitados para monitoramento, a solução poderá receber armadilhas de SNMP a partir de dispositivos sem agente monitorados utilizando conexões de SNMP, como impressoras, projetores e roteadores.

Armadilhas de SNMP são mensagens iniciadas por dispositivos de rede e enviadas para o receptor de armadilha da solução. Por exemplo, um roteador pode enviar uma mensagem quando houver falha em sua fonte de alimentação. Ou, uma impressora inicia uma mensagem quando está sem papel. A solução recebe essas armadilhas e gera alertas quando determinados limites predefinidos são atingidos.

É possível configurar mensagens de armadilha de SNMP e critérios de alerta por meio da página Detalhes do perfil.

É possível incluir ou excluir certos eventos em relação à detecção conforme necessário.

a.
Faça login no Console do administrador do K1000, http://K1000_hostname/admin. Ou, se a opção Mostrar menu da organização no cabeçalho administrativo estiver ativada nas Configurações gerais da solução, selecione uma organização na lista suspensa no canto superior direito da página, ao lado das informações de login.
b.
Para criar um perfil de armadilha de SNMP, selecione Escolher ação> Novo> Perfil de armadilha de SNMP.
A página Detalhes do perfil é exibida.
3.
Opcional: Altere ou modifique o Nome e a Descrição do perfil para indicar as edições.
4.
Faça alterações nas configurações de Formatos de mensagem de armadilha de acordo com suas necessidades.
Por exemplo: %Td (%Tn => %To) %Vz

Elemento

Descrição

%Aa

Endereço do agente.

%Ah

Nome de host do agente.

%d

Dia local.

%m

Mês local.

%y

Ano local.

%h

Hora local.

%i

Minuto local.

%s

Segundo local.

%u

Carimbo de data/hora do Unix.

%Td

Descrição de armadilha.

%Tm

MIB da armadilha (base de informações de gerenciamento).

%Tn

Nome da armadilha.

%To

OID de armadilha (ID de objeto).

%Tt

Tipo de armadilha (0-5 genérico; 6 - Empresarial).

%Tv

Versão da armadilha (Informar, Armadilha v1, v2 ou v3).

%Vd#

Descrição da vinculação de variável (em que “#” é um número que representa a posição do elemento na sequência).

%Vn#

Nome da vinculação de variável (em que “#” é um número que representa a posição do elemento na sequência).

%Vo#

OID da vinculação de variável (em que “#” é um número que representa a posição do elemento na sequência).

%Vt#

Tipo da vinculação de variável (em que “#” é um número que representa a posição do elemento na sequência).

%Vv#

Valor da vinculação de variável (em que “#” é um número que representa a posição do elemento na sequência).

%Vz

Exibe todas as vinculações da variável (Nome: Valor, Nome: Valor, Nome: Valor). Se um nome estiver ausente (em razão de um arquivo MIB ausente), OID será exibido.

Os seguintes níveis de alerta estão disponíveis: Crítico, Erro, Aviso, Informações e Recuperado.
Para adicionar um nível de alerta, sob Critérios, clique em para adicionar um novo nível de alerta.
<Field_Type> {TRAP_OID|TRAP_NAME|TRAP_DESCRIPTION|TRAP_TYPE|TRAP_MIB|VARBIND} {=|!=|>|<|>=|<=} <Field_Value> [<AND|OR> <Condition_A>] [<AND|OR> <Condition_B>] ...
TRAP_OID = “.1.3.6.1.4.1.8072.2.3.2.1”: Um alerta será gerado quando o OID da armadilha contiver ".1.3.6.1.4.1.8072.2.3.2.1".
TRAP_NAME = "acctngFileFull" AND VARBIND = "acctngFileName|ABC": Um alerta será gerado quando o nome da armadilha contiver "acctngFileFull" e se uma das vinculações da variável da armadilha for "acctngFileName" com um valor de "ABC".
7.
Clique em Salvar na parte inferior da página.
NOTA: É possível restaurar um perfil padrão às configurações de fábrica de seu sistema operacional usando o botão Redefinir para as configurações de fábrica na parte inferior da página.
Related Documents